@sweatysweetpotato

De acordo com a OMS, há determinados nutrientes essenciais ao nosso bem-estar. Estes diviem-se em micro e macronutrientes, sendo os primeiros necessários em pequenas doses e os segundos em maiores quantidades. Em seguida, confira quais os 6 essenciais e como os incluir no seu dia-a-dia:

  1. Vitaminas – neste caso, há 13 essenciais, que se dividem em solúveis em gordura (A, D, E, K) e solúveis em água (B1, B12, B6, B2, B5, B3, B9, B7, C). Aqueles com problemas digestivos ou que ingerem poucas verduras e frutas podem necessitar de suplementos.
  2. Minerais – estes dividem-se em macroelementos (magnésio, cálcio, fósforo, enxofre, sódio, potássio e cloreto) e microelementos (ferro, selénio, zinco, manganês, cromo, cobre, iodo, fluoreto e molibdénio). Precisamos de um equilíbrio de ambos para o bom funcionamento do organismo.
  3. Proteína – este macronutriente é essencial a todas as células do corpo. Está essencialmente presente nas carnes, peixes, leguminosas, ovos.
  4. Gorduras – apesar de associarmos gorduras a uma dieta pouco saudável, há algumas – monoinsaturadas e poli-insaturadas – que nos são essenciais. Entre as principais funções estão a absorção de outros nutrientes, o bom funcionamento do sistema imunitário, a produção de hormonas ou mesmo a coagulação sanguínea.
  5. Hidratos de carbono – aqui, dividem-se em simples e complexos, devendo a ingestão dos segundos ser a privilegiada, em comparação com os primeiros, que devemos evitar ou limitar. Boas opções podem ser quinoa, arroz integral, vegetais, massa e pão integrais, aveia, frutas, cevada.
  6. Água – este é, provavelmente, o mais essecial. Apenas uma ligeira desidratação pode ter impactos negativos na nossa saúde física e mental. O consumo adequado da mesma ajuda a eliminar toxinas do organismo, transportar nutrientes, prevenir obstipação, entre tantos outros benefícios.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal