@haileybieber

Todos os que já tenham feito alguma dieta saberão que o mais difícil, a longo prazo, é manter o peso perdido. Vários estudos mostram que na grande maioria das vezes, as pessoas voltam ao peso inicial ou até aumentam, passado algum tempo. Porém, parece haver provas de que há um método eficaz para perder peso e manter o número que queremos ver na balança.

Um recente estudo piloto de 12 semanas mostrou que pessoas que mantinham, consistentemente, as refeições diárias numa janela horária de 10 horas, não só conseguiram perder peso, como reduziram a gordura abdominal, pressão arterial, níveis de colesterol e estabilizaram os níveis de açúcar no sangue.

Neste estudo, não havia restrições alimentares nem de calorias. Incluiu 19 pessoas com síndrome metabólica que não precisaram de saltar refeições, mas sim fazer pequenas alterações. Por exemplo, se costumavam tomar o pequeno almoço às 7h, passaram a fazê-lo entre as 9h e as 10h, de modo a que a refeição do jantar – a última do dia – fosse pelas 18h ou 19h.

A alimentação durante um período restrito de tempo parece funcionar porque se alinha com os ritmos circadianos de cada pessoa, ao contrário dos padrões irregulares de alimentação. Ou seja, a altura em que comemos revela-se tão importante quanto aquilo e a quantidade do que comemos.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal