A episiotomia é um corte realizado no períneo da mulher no momento do parto e que por muitos anos foi uma prática de rotina em hospitais e maternidades. Entretanto, atualmente a Organização Mundial da Saúde desaconselha a sua realização de forma “rotineira ou liberal”, num documento lançado em 2018 com as recomendações para uma experiência positiva de nascimento. A prática de rotina também mostrou-se ineficaz na prevenção de lacerações graves, conforme uma revisão bibliográfica realizada em 2017.

Conversámos com Joana Gouveia, fisioterapeuta pélvica especializada em saúde da mulher, sobre os riscos desta intervenção, o processo de recuperação pós-parto, e por que este é um tema importante na elaboração do plano de parto.

Na sua perspectiva como fisioterapeuta pélvica, no atendimento de grávidas e puérperas, considera a elaboração de um Plano de Parto importante?

Um plano de parto será sempre essencial em qualquer parto hospitalar. Mesmo que o plano de parto já tenha sido discutido com o/a obstetra ou médico responsável, a grávida deverá entregar o seu plano de parto no hospital no dia em que dá entrada em trabalho de parto ou mesmo antes. Até mesmo em caso de parto domiciliar a grávida tem sempre direito ao seu plano de parto.

Que tipo de preferências ou atividades podem estar incluídas num Plano de Parto, no intuito de um parto com menos intercorrências e consequências posteriores para a mulher?

Será fundamental mencionar a vontade de ter liberdade de movimentos, em todo o trabalho de parto, para que a biomecânica do corpo promova um parto o mais fisiológico possível e assim uma melhor recuperação no pós-parto. Após o parto mencionar por exemplo o contacto pele com pele com o bebé, devido aos inúmeros benefícios para mãe e bebé.
Somos todos diferentes, com necessidades, valores e ideais distintos. Interessa primeiramente as grávidas e seus acompanhantes de parto estarem informados, de forma a que possam escolher conscientemente o que incluir no seu Plano de Parto. O Fisioterapeuta Pélvico poderá ser um dos profissionais a ajudar a esclarecer as questões que surgem e orientar a grávida da melhor forma, mostrando opcões que se adequem a cada pessoa.

Da sua experiência no atendimento de grávidas e puérperas, considera que os planos de parto atualmente são respeitados nos partos em hospitais?

Infelizmente ainda existem relatos de pacientes que se sentiram injustiçadas e não respeitadas, devido a intervenções como a episiotomia ou a falta de liberdade de movimentos que estavam explícitos no Plano de Parto.
Mesmo as pacientes mais informadas sentem que elas próprias e os seus acompanhantes de parto têm de relembrar e repetir as suas preferências várias vezes durante o parto, por variados motivos. Saliento que a grávida terá sempre o poder de decisão.

Sobre a prática da episiotomia, mesmo sendo uma prática desaconselhada pela OMS, ainda atende muitos casos de mulheres que passaram por esta intervenção no parto?

Sim, cada vez menos. Mas ainda atendo alguns casos em que a prática de episiotomia foi realizada contra a vontade da grávida. Mesmo quando essa vontade é totalmente expressa verbalmente pela grávida durante o trabalho de parto e respectivo acompanhante de parto, além de estar mencionada essa vontade por escrito no seu plano de parto. Algumas pacientes chegam a apresentar queixa, outras relatam que situação foi difícil demais para relembrar e desistem de a realizar.

Quais são os danos ou consequências que a episiotomia pode causar para a mulher?

Está comprovado que a episiotomia não previne lacerações nem incontinência urinária. É um corte mecânico realizado com uma tesoura cirúrgica, portanto o oposto de uma laceração em que o corpo rasga naturalmente indo de encontro aquilo que o corpo solicita.
Além dos efeitos psicológicos, em que algumas mulheres relatam que se sentiram mesmo mutiladas.Um tecido cicatricial proviniente de uma episiotomia habitualmente demorará mais tempo a recuperar, ou seja irá necessitar de mais sessões tanto através da Fisioterapia Pélvica como pela própria puérpera em casa. O tecido cicatricial após uma episiotomia habitualmente tem mais rigidez, menos mobilidade e alterações de sensibilidade, o que traz mais impacto ao pavimento pélvico em geral, a nível urinário, defecatório ou mesmo na retoma da atividade sexual com penetração.

É mais difícil recuperar de uma laceração que acontece de forma natural durante o parto ou de uma episiotomia?

As puérperas que chegam até mim recuperam muito mais facilmente de uma laceração natural, principalmente não instrumentalizada com ventosas e/ou fórceps, em comparação a uma episiotomia. Necessitando de menos sessões de Fisioterapia Pélvica que as puérperas que foram sujeitas a uma episiotomia.

Não desejar uma episiotomia pode ser um dos itens a incluir num Plano de Parto?

Sem dúvida. Este tópico pode e deve estar presente no Plano de Parto de qualquer grávida.
Cheguei mesmo a atender uma grávida que no seu Plano de Parto de 2021 escreveu que preferia passar por uma intervenção de um Parto por Cesariana do que passar por mais uma recuperação de uma nova Episiotomia. Esta grávida de “segunda viagem”, já tinha um filho de 6 anos. Mesmo passados este 6 anos a senhora relatou nunca esquecer a sua recuperação desafiante e de como influenciou a sua vida intima, sexual, a percepção corporal e a sua própria auto-estima.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Em “Flor Sem Tempo”: Leonor reaparece e esconde-se dos filhos

Em “Flor Sem Tempo”: Leonor reaparece e esconde-se dos filhos

Schiaparelli leva

Schiaparelli leva "O Inferno" de Dante à Semana da Alta Costura de Paris

Síndrome da rapariga sortuda: A tendência que tomou de assalto o TikTok explicada por um neurologista

Síndrome da rapariga sortuda: A tendência que tomou de assalto o TikTok explicada por um neurologista

Não contem comigo!

Não contem comigo!

IL propõe criação de certificado de incapacidade recorrente e intermitente

IL propõe criação de certificado de incapacidade recorrente e intermitente

Letizia recupera vestido verde de estampado 'paisley' pela sexta vez

Letizia recupera vestido verde de estampado 'paisley' pela sexta vez

Investigadores imprimem enxertos de pele em 3D

Investigadores imprimem enxertos de pele em 3D

"Achávamos que era uma relação saudável". Bárbara Branco sobre José Condessa

Shakespeare musical no Trindade

Shakespeare musical no Trindade

Portugal em EXAME: Venha discutir a economia, a 16 de Fevereiro

Portugal em EXAME: Venha discutir a economia, a 16 de Fevereiro

Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina de lítio em Montalegre

Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina de lítio em Montalegre

Já a pensar no Dia de Namorados

Já a pensar no Dia de Namorados

Sem-abrigo do Porto refugiados em tendas para fugir ao frio

Sem-abrigo do Porto refugiados em tendas para fugir ao frio

Livros: 7 novidades e um passatempo

Livros: 7 novidades e um passatempo

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Quiz VISÃO Se7e: 10 perguntas para testar a sua cultura geral

Cartazes de apelo ao voto

Cartazes de apelo ao voto

"Os Espíritos de Inisherin", de Martin McDonagh: O fim de uma amizade

O corte de cabelo de Catarina Furtado que parou a Internet

O corte de cabelo de Catarina Furtado que parou a Internet

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Número de casas à venda em Portugal cai para mínimos de 15 anos

Número de casas à venda em Portugal cai para mínimos de 15 anos

Cabaz de bens alimentares essenciais custa 30% do salário mínimo

Cabaz de bens alimentares essenciais custa 30% do salário mínimo

Cientistas pretendem trazer o dodo de volta

Cientistas pretendem trazer o dodo de volta

Bacia do Barlavento algarvio continua com quantidade de água abaixo da média

Bacia do Barlavento algarvio continua com quantidade de água abaixo da média

Nissan mostra protótipo do conceito elétrico Max-Out

Nissan mostra protótipo do conceito elétrico Max-Out

Uma vénia ao ovo

Uma vénia ao ovo

Já começou a campanha eleitoral de 'Miúdos a Votos'!

Já começou a campanha eleitoral de 'Miúdos a Votos'!

VISÃO Se7e - Com as mãos na massa: A moda da cerâmica e os novos restaurantes italianos

VISÃO Se7e - Com as mãos na massa: A moda da cerâmica e os novos restaurantes italianos

Três floristas para encher a casa de alegria e bons cheiros

Três floristas para encher a casa de alegria e bons cheiros

E as tendências do luxo no mercado imobiliário são...

E as tendências do luxo no mercado imobiliário são...

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Fevereiro na CARAS Decoração

Fevereiro na CARAS Decoração

Escritórios: Quando trabalhar em casa é um prazer

Escritórios: Quando trabalhar em casa é um prazer

Duas crianças assistidas no Hospital da Estefânia após incêndio receberam alta

Duas crianças assistidas no Hospital da Estefânia após incêndio receberam alta

Perímetro abdominal: Mario Kart de Super Nintendo World não é para todos

Perímetro abdominal: Mario Kart de Super Nintendo World não é para todos

Catarina Furtado despediu-se dos cabelos compridos

Catarina Furtado despediu-se dos cabelos compridos

iServices lança campanha de reparações com o mote do dia de São Valentim

iServices lança campanha de reparações com o mote do dia de São Valentim

Downloads cósmicos

Downloads cósmicos

Ministro da Saúde garante que nenhuma maternidade vai ser fechada

Ministro da Saúde garante que nenhuma maternidade vai ser fechada

Pais de Charlene mudam-se para perto do Mónaco para dar apoio à filha

Pais de Charlene mudam-se para perto do Mónaco para dar apoio à filha

VOLT Live: como serão os custos dos carregamentos em 2023

VOLT Live: como serão os custos dos carregamentos em 2023

Iñaki Urdangarin deixa de ter guarda-costas

Iñaki Urdangarin deixa de ter guarda-costas

Paixão pela tauromaquia leva Victoria Federica de Marichalar a receber prémio:

Paixão pela tauromaquia leva Victoria Federica de Marichalar a receber prémio: "É uma bonita herança que recebi da minha família"