Os Doutores Palhaços da Operação Nariz Vermelho (ONV) voltaram a distribuir sorrisos e boa-disposição pelos corredores e salas de mais três hospitais: Hospital Beatriz Ângelo, Hospital de Braga e Hospital de Cascais. O regresso, ao fim de quase dois anos de afastamento físico devido à pandemia da Covid-19, é uma enorme alegria para a equipa da instituição e para crianças, pais e profissionais hospitalares, e aproxima a instituição do seu principal objetivo: conseguir voltar fisicamente aos 17 hospitais com que colabora, meta que está cada vez mais próxima.

“Após um período de ausência, eis que a ONV volta com uma “injeção” de alegria e esperança! É tão bom voltar a ver o olhar a sorrir com os tão desejados, alegres e divertidos Doutores Palhaços. Este regresso traz um maior bem-estar, tranquilo e, ao mesmo tempo, gracioso, para todos os que estão no hospital, sejam eles utentes ou colaboradores”, afirma Vera Mendes, educadora no Hospital Beatriz Ângelo. Também em Braga já se matam saudades: “O regresso dos Doutores Palhaços trouxe instantes de descontração e alegria que nos faziam muita falta. Foi um regresso aos abraços, ao calor das músicas e dos gestos sempre meigos que aquecem os nossos corações. E nós, pediatras, enfermeiros, assistentes operacionais, pais e crianças, só dizemos: voltem, voltem sempre, que o nosso coração é vosso”, partilha Rosário Meireles, enfermeira de Neonatologia no Hospital de Braga.

Visita dos Doutores Palhaos ao Hospital Garcia de Orta, Opera‹o Nariz Vermelho, 19 de Maro 2018, PHOTO: Paulo Maria / ONV

Neste momento, os Doutores Palhaços já estão de volta a dez hospitais:  IPO de Lisboa, IPO do Porto, Hospital do Barreiro-Montijo, Hospital Amadora-Sintra, Hospital Dª Estefânia, Hospital Garcia de Orta, Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão e agora também Hospital de Cascais, Hospital Beatriz Ângelo e Hospital de Braga. A partir de outubro, junta-se a esta lista ainda o Hospital de Santa Marta, em Lisboa. Já nos restantes hospitais com os quais a associação colabora continuam em vigor as visitas virtuais através dos “Palhaços na Linha”, no qual os artistas interagem com as crianças hospitalizadas através de tablets que são levados de quarto em quarto e sala em sala nos hospitais.

“A nossa missão é estar nos hospitais, perto das crianças, das suas famílias e dos profissionais de saúde. Estamos muito orgulhosos da rapidez com que encontrámos soluções durante o confinamento, quer com a TV ONV, quer com o projeto “Palhaços na Linha”, mas o que mais queríamos e aquilo com que mais sonhávamos, toda a equipa da ONV, era este momento do contacto visual e da presença física, em que a interação fica mais completa e mais real”, afirma Luiza Teixeira de Freitas, presidente da ONV.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal