@aimeesong

Uma pandemia com grandes impactos na saúde pública e na esfera social, económica e política. Uma situação apocalíptica para muitos. Não há dúvidas de que 2020 ficou marcado pelo surgimento e disseminação do novo coronavírus.

Tudo mudou, e é normal que a conjuntura atual desperte vários sentimentos. Afinal de contas, se antigamente os nossos maiores problemas estavam relacionados com a falta de tempo e a correria do dia-a-dia, agora é o tempo livre “a mais” que causa stress e ansiedade. Para combatê-los, é importante que haja uma tomada de consciência de que por detrás desta crise podem estar oportunidades como, por exemplo, a de encontrar um sentido de propósito.

À medida que nos aproximamos do Ano Novo, e enquanto o mundo continua a tentar adaptar-se à nova realidade, o melhor remédio é mesmo optar por esta perspetiva de “copo meio cheio” e aproveitar para tirar algumas lições importantes. Aqui ficam cinco delas. 

1. Devemos preocupar-nos mais uns com os outros

A pandemia ensinou-nos que devemos cuidar de nós. Mas, para além disso, também nos mostrou que é importante pensarmos nos outros. O isolamento tornou-se sinónimo de altruísmo, mais especificamente no sentido de proteger a nossa família, os amigos, vizinhos e aqueles que são mais vulneráveis.

Perante a adversidade, aprendemos a ser mais solidários e gentis; a oferecer ajuda para fazer as compras da semana dos idosos, por exemplo. Também não podemos esquecer-nos da comunidade da cultura e das artes, que se mobilizou para nos manter entretidos durante a quarentena. A criatividade falou mais alto e cada um doou um pouco de si, mesmo à distância, fazendo sobressair o que há de melhor na Humanidade. 

2. Devemos valorizar mais os momentos especiais

A quarentena foi tudo, menos fácil. Mas também trouxe coisas boas. Na correria do dia a dia, muitas pessoas descuravam momentos preciosos; coisas tão simples como desfrutar da companha da família, brincar com as crianças sem pressas ou rever fotografias antigas. Fomos obrigados a estar presentes no momento. Quando tudo isto passar, certamente haverá uma nova apreciação por tudo aquilo que fazíamos e tomávamos por garantido, especialmente ao lado dos nossos.

3. Devemos cuidar da nossa saúde (física e mental) o ano inteiro

O contexto de pandemia gerou desafios de saúde mental pública em grande escala, o que se traduziu num aumento do stress. Dados preliminares de um estudo sobre o assunto dizem que, em Portugal, o agravamento do stress afetou um terço dos inquiridos e foi particularmente significativo entre os jovens adultos (36%). Este também é o segmento mais afetado pela solidão. 

O confinamento fez com que muitas pessoas despertassem para a necessidade de terem o corpo e a mente ‘afinados’. E não há volta a dar: esse objetivo passa por adotar um conjunto de bons hábitos, incluindo melhorar a qualidade do sono, de modo a que este seja regenerador, a prática de exercício físico e seguir uma alimentação equilibrada. Motivos não faltam para colocarmos a saúde em primeiro lugar e esta crise fez-nos repensar o nosso estilo de vida.

4. Devemos ter mais atenção à higiene pessoal

Quem nunca tinha pensado muito sobre a importância de lavar as mãos agora estará mais do que consciencializado da importância desta medida simples de higiene. A chegada do novo coronavírus mostrou-nos que apenas 20 segundos podem fazer a diferença no sentido de evitar que fiquemos doentes e, também, que contagiemos os outros por tabela. A par de andar com álcool-gel na mala em todas as ocasiões, desconfiamos que este é um novo hábito que vamos levar para sempre.

5. O trabalho remoto não é assim tão mau

As empresas tiveram de se adaptar rapidamente ao teletrabalho. Pode haver uma dificuldade de comunicação aqui e ali, mas descobrimos que muitas funções podem perfeitamente ser desempenhadas em casa, bem como que muitas pessoas são mais criativas e produtivas neste regime. É nos momentos de crise que aprendemos e crescemos e, por conseguinte, parece que muitos modelos de negócio podem (e devem) ser repensados.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

A maioria dos colaboradores já não quer voltar ao modelo de trabalho tradicional

Em vez de voltarem ao “business as usual”, os funcionários já estão a moldar o que será o futuro do trabalho, de acordo com as suas preferências.

Diz Quem Sabe

Quebre o ciclo de stress em 2021

Com pequenos gestos podem chegar grandes mudanças.

Rubricas

Será que 2021 vai correr bem? A resposta só depende de si

Para ajudar-vos a entrar no espírito certo, a rubrica Sucesso Pessoal e Profissional deste mês deixa cinco dicas para que o novo ano seja fantástico

Mais no portal

Beleza e Saúde

COVID-19: usar duas máscaras protege-nos mais?

Algumas pessoas adotaram este método. Mas será que é necessário?

Lifestyle

Assine 9 revistas por apenas €9,90 por mês e garanta boa informação, em sua casa

Beleza e Saúde

Esperam-se menos nascimentos em 2021

Entenda o motivo.

Imagem de Sucesso

O fator essencial para construir uma Imagem de Sucesso em 2021

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, explico-vos como podem comunicar de forma assertiva através da vossa imagem e, assim, conquistar objetivos no novo ano.

Comportamento

Este truque curioso pode aliviar o stress durante o confinamento

Só precisa de um telemóvel ou computador - e deixá-lo fazer magia.

Moda

A psicologia por trás das cores românticas que vão estar em alta na primavera

Não só explicamos a origem da popularidade, como deixamos algumas sugestões de visuais para os dias mais quentes.

Beleza e Saúde

Pode haver uma inesperada cura para a acne

Pelo menos, para um dos tipos do problema. Saiba qual.

Moda

Revelado o próximo nome da alta-costura que irá colaborar com a H&M

Todos os anos, a gigante sueca lança uma coleção de edição limitada, que é fruto da colaboração com um estilista ou marca de renome.

Beleza e Saúde

3 acessórios para o cabelo que as mulheres nórdicas adoram

Estas sugestões são perfeitas para ter sempre no nécessaire e transformam qualquer visual num instante.

Beleza e Saúde

Saiba como manter um estilo de vida saudável em regime de teletrabalho

Aqui ficam seis sugestões para continuar a cuidar da sua saúde física e mental no novo confinamento.

15 Perguntas A...

Tânia Ribas de Oliveira: "O meu estilo é casual, confortável e descontraído"

Lançámos questionários com 15 perguntas a várias celebridades sobre temas como, por exemplo, estilo pessoal e rotinas de beleza. A apresentadora da RTP foi a primeira a aceitar o desafio.