Numa altura em que a moda não-binária pode ser vista como uma tendência emergente, preferimos dizer que é um regresso às origens.

No século 19, muito antes de os bebés usarem (quase exclusivamente) cor-de-rosa e azul, consoante o seu género, usavam vestidos brancos ou em tons neutros, entre outros motivos, pela sua praticidade para trocar as fraldas.

Os rapazes, especificamente, usavam-nos até completarem 6 ou 7 anos, a idade com que faziam o primeiro corte de cabelo. Quer isto dizer que, em tempos, meninos e meninas eram praticamente indistinguíveis, no que ao sexo diz respeito, e esta era a norma.

GettyImages-615304794.jpg

Franklin Roosevelt, o 32º presidente dos Estados Unidos, em 1883

Historical

Então, o que mudou? E quando?

O stylist de celebridades Mário de Carvalho explica tudo no primeiro No Gender, a nossa nova rubrica de moda, na qual as dicas não vêm géneros.

Veja a resposta, no vídeo.

Palavras-chave

Já nas bancas!

Assine a ACTIVA e receba dois coffrets da Rituals Assine já

Relacionados

Conheça o homem por trás dos looks de Sharam Diniz (e não só)

Mário de Carvalho dá cartas no mundo da moda.

Estas dicas de moda vão fazer maravilhas pelo seu estilo

Em menos de um minuto, o stylist Mário de Carvalho revela o seu top...

Mais no portal

ASSINE 1 ANO (12 edições) POR 30€ E RECEBA 30€ EM OFERTAS

Assine Já!